---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeitura reúne proprietários de bares para alinhar regras de funcionamento

Publicado em 27/06/2020 às 13:00 - Atualizado em 27/06/2020 às 13:07


Créditos: Marcelo de Bona Baixar Imagem

Nessa sexta-feira, a Prefeitura de Siderópolis realizou uma reunião com representantes de bares, casas noturnas, lojas de conveniência e similares do município. O encontro teve como objetivo informar sobre o atual quadro da pandemia na região da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), com o aumento considerável no número de casos de Covid-19, e discutir em conjunto medidas restritivas de prevenção à doença.  

“É importante primeiro orientarmos. Chamamos os proprietários e colocamos a gravidade da situação, da previsão de falta de leitos em UTI já nas próximas semanas, para que todos tenham conhecimento e cobrem dos seus clientes que respeitem o protocolo de prevenção. Sobretudo, das pessoas idosas, que frequentam bastante os bares. A princípio, não vamos restringir horário. Mas se a situação se agravar também deveremos restringir os horários e a circulação de pessoas. Foi uma reunião muito produtiva e espero que contribua no controle do vírus”, destaca o prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, o Alemão.

Segundo Albertino Ferreira, proprietário do Aguaí Santuário Ecológico, a reunião foi muito importante para discutir estratégias eficientes de ação em conjunto. “Temos que ser bastante rigorosos e cobrar dos nossos clientes para que cumpram o protocolo de prevenção da doença. Porque, se eles não respeitarem, vai ser o nosso estabelecimento que será fechado. Será muito importante este procedimento padrão. É fundamental cada um fazer a sua parte, tanto os proprietários como os clientes”, avalia Beto.

Além de membros do governo municipal, a reunião também contou com a presença do Comandante da Polícia Militar de Siderópolis, Everaldo Martins. “A Polícia Militar está trabalhando na fiscalização, para que seja cumprido o protocolo de prevenção ao coronavírus. Não estamos restringindo o direito de ninguém. Mas, caso seja necessário, poderemos tomar medidas mais duras. Quem souber de algum desrespeito ao protocolo, como a aglomeração de pessoas e festas, pode fazer a denúncia pelo telefone 190”, destaca o comandante.

Decreto Regional na próxima terça-feira

Também nessa sexta-feira, prefeitos da região estiveram reunidos na Amrec. No encontro, foi definido que próxima terça-feira, dia 30 de junho, será publicado um Decreto Regional com regras comuns a todos os municípios integrantes da Amrec. No entanto, cada prefeitura poderá ser mais restritiva em algumas situações.    

“O protocolo será regional. Mas cada município está avaliando as suas particularidades, assim como já fizemos com a suspensão da visitação a Barragem do Rio São Bento. Estamos analisando a situação com muita atenção, porque temos que cuidar das vidas e da economia também”, ressalta Alemão.

Na segunda-feira, dia 29, secretários de saúde da região da Amrec e a procuradoria dos municípios integrantes da entidade irão formatar as pautas do decreto. “Em conjunto com o Colegiado da Amrec, estamos elaborando o decreto que irá regular algumas situações, com o objetivo de diminuir o avanço da doença. Apesar de Siderópolis ainda não contabilizar tantos casos, quantos os outros municípios da Amrec, entendemos que cada município impacta no outro e todas as medidas sugeridas pelos técnicos devem ser consideradas”, alerta a Procuradora do município de Siderópolis, Vanessa Cecin Chepp.


Na terça-feira, os prefeitos terão uma nova reunião na sede da Amrec para definir o Decreto Regional. “Estamos muito preocupados, o número de casos da doença precisa ser contido. A sociedade precisa estar consciente do seu papel, respeitando as medidas de prevenção. Desta forma, poderemos vencer esta batalha sem precisarmos tomar medidas mais restritivas. Medidas essas que, se forem tomadas, irão mexer com a economia da região”, destaca o presidente da Amrec e prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin.