---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Siderópolis recebe espetáculos do segundo Festival Nacional de Teatro Revirado

Publicado em 12/09/2018 às 16:35 - Atualizado em 12/09/2018 às 17:56

O segundo Festival Nacional de Teatro Revirado, que acontecerá de 18 a 22 de setembro, passará por Siderópolis com três espetáculos, que serão apresentados na Praça Central do município, na quinta-feira, dia 20. O primeiro a se apresentar será os gaúchos Khaos Cênica, com a peça "El Grand Scaramouche", às 9h. Depois, às 14h, o Grupo NoPok, do Rio de Janeiro, apresenta “Um Espetáculo para Todos os Bolsos”. Encerrando as apresentações será a vez de Paulo Nunes e Vitor Mendes, de São Paulo, apresentar "A Letra e a Voz".

 

“Sempre ficamos contentes em receber o espetáculo na cidade, é uma atração de tirar o fôlego, sem contar que as crianças e a população adoram. São iniciativas como está que a cultura do município de torna cada vez mais rica”, comentou o prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, o Alemão.

 

APRESENTAÇÕES

 

O Segundo Festival Nacional de Teatro Revirado acontece de 18 a 22 de setembro em Içara, Forquilhinha, Siderópolis e Maracajá. No total serão 22 apresentações, envolvendo artistas do Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Sul e Santa Cataria, num total de nove cidades diferentes, de teatro, música e dança, além de um debate.   “Achávamos que ficaria somente na primeira edição, ou que faríamos uma edição bienal, mas todos abraçaram a ideia e estamos felizes por retornar”, comenta a atriz do Cirquinho e uma das organizadoras, Yonara Marques. 

 

O ator e também organizador do festival, Reveraldo Joaquim conta que a cultura traz benefícios para todos. “Além de propor momentos inesquecíveis, as apresentações contribuem para uma evolução, onde faz bem para a saúde e é isso que queremos difundir cada vez mais”, concluiu.

 

CONHEÇA OS ESPETÁCULOS 

No Pocket

Um espetáculo para todos os bolsos É um espetáculo de circo que utiliza as charlas clássicas, a música, a dança e a comédia física na criação de gags e cenas cômicas. Este espetáculo é uma sucessão de números que exploram o virtuosismo técnico acompanhado por música ao vivo. O fio condutor da sua dramaturgia é a relação direta dos artistas com o público, sendo este um importante elemento no jogo estabelecido. Classificação: livre  Duração: 50 min "A Letra e a Voz"

Paulo Nunes é poeta e letrista, e Victor Mendes é músico e compositor. Parceiros há 10 anos, já desenvolveram diversos trabalhos juntos, como compositores e em apresentações em que unem música e poesia através da leitura e da recitação. O mais recente trabalho da dupla, o disco “Nossa Ciranda”, conta com treze canções, quase todas feitas em parceria. Sendo Paulo de Patos de Minas-MG, e Victor de São José dos Campos-SP, os dois se encontraram na capital paulista, resolvendo suas tantas diferenças, como esta de origem e a de geração (Paulo tem 23 anos a mais que Victor), criando uma identidade artística própria, ainda em formação. Após apresentarem em diversas cidades o show "Puisia", com o grupo Trio José, Victor e Paulo se encontram para este novo projeto.

Classificação: Livre

Duração: 75min

 

 

"El Grand Scaramouche"

 

El Grand Scaramouche traz para cena os últimos descendentes da família Scaramouche, que viajam com o circo homônimo em condições que lembram muito a etimologia ancestral de seu nome, contudo, quando eles estão diante de mais uma apresentação passam a enfrentar o seu maior desafio: os artistas foram embora e só resta eles para realizar todos os números. Este estabelecida a tragédia do palhaço, gatilho e motor do desenrolar de gags e intermezzos, acrobacias, malabares e números de mágica e ilusionismo, que na tentativa da hipérbole resultam no fracasso, para tristeza dos apresentadores e alegria do público que se diverte. Este espetáculo de circo contemporâneo, não se resume em divertir, o espetáculo é uma história híbrida, mas mais que isso fala do amor pelo picadeiro, pelas dificuldades e felicidades, pelo lúdico e pelo encantamento, pela magia, que só presencia que é capaz de vivenciar o efêmero e viajar para pequenas e pueris poesias dessa lona encantadora.

 

Classificação: livre

Duração: 50 min  

 

TEXTO: ANTONIO ROZENG